Juiz Carlos Alexandre dispensa Sócrates de ser ouvido

 

Carlos Alexandre, o juiz de instrução, já não vai ouvir Sócrates sobre a revalidação da medida de coação.

Tal decisão aconteceu depois de Sócrates ter divulgado uma carta a justificar a recusa da pulseira eletrónica.

 

Segundo confirmou o DN junto da juíza presidente da comarca de Lisboa, o juiz Carlos Alexandre decidiu esta manhã dispensar o arguido José Sócrates de ser ouvido sobre a revalidação da medida de coação.  Ficará nas mãos do juiz a decisão final, isto é, se mantém Sócrates em prisão preventiva, se lhe aplica a prisão domiciliária ou se pede ao Ministério Público para fazer nova proposta de medida de coação. 

A decisão de Carlos Alexandre foi tomada depois de José Sócrates ter divulgado, ontem à noite, uma carta a justificar porque recusava a possibilidade de ir para prisão domiciliária com aplicação da pulseira eletrónica.

 

 

 

Copyright © Sociedade Digital | Privacidade | Termos & Condições |   CrowdFunding Networks | Powered by Markup®